Image and video hosting by TinyPic

Image and video hosting by TinyPic

O FC Porto visitou ontem o terreno do Marítimo e não conseguiu se quer pontuar.
Começo por citar Jesualdo Ferreira: " Foi o pior jogo da época " e logo isto, diz muito.
Foi um jogo horroroso, onde apenas em dois minutos consegui ver
um pouco do nosso FC Porto [ dos 80 minutos aos 82 foi o mais parecido com o TETRA campeão ].
Os remates não saíam, nem inspiração havia, e o Marítimo - claro - saiu um justo vencedor deste encontro que fica no caixote para esquecer.
O golo do Marítimo nasce de ( outro ) um autogolo de Rolando, passava a meia hora de jogo, e a partir daqui a bola não mais entrou dentro de qualquer baliza.

2 comentários:

Dragaopentacampeao disse...

Jogo decepcionante na sequência de um conjunto de jogos de fraco nível, que nem mesmo a passagem aos oitavos de finais de CL conseguiu disfarçar.

Os problemas que a equipa atravessa são mais que muitos com origens diversas: A necessidade de vender os melhores activos, a dificuldade de integração dos novos, o inicio do trabalho a conta gotas em função de aquisições tardias e chegada dos internacionais com semanas de trabalho já decorridas e por último as lesões que têm afectado um melhor rendimento.

Estou convencido que uma boa parte das aquisições tem potencial para se impor nesta equipa. Mas Jesualdo não permite.

Não compreendo como onze aquisições não tenham servido para nada!

Resta-nos apelar à nossa paciência e paixão clubista para continuar a acreditar que ainda é possível levar a nau a bom Porto.

Um abraço

dragao vila pouca disse...

O Campeão está de volta!

Ainda não está no ponto, ainda comete erros que não pode cometer, mas já está bem melhor e em condições de lutar, agora sim, pelos objectivos de ser Penta.

Era fundamental ganhar e ganhamos. Ganhamos com todo o mérito e com toda a justiça, apesar de termos sofrido, por culpa própria, depois de termos feito uma grande 1ª parte em que o resultado devia ser 0-3 e não 1-2.
Tinhamos o Vitória morto e demos-lhe os antídotos para ressuscitar e isso podia ter tido consequências desastrosas. Não pode voltar a acontecer, ali, naquela zona e no tempo de desconto, é uma biqueirada para a frente e mais nada.
Depois do sufoco que duru 15 minutos e com as substituições, voltamos a equilibrar a controlar, marcamos 2 gols e se podiamos ter sofrido mais algum, também podiamos ter marcado mais.

Como Jesualdo é teimoso e não vai abdicar do 4x3x3, nestes jogos, difíceis, o Hulk está condenado ao banco ou então, tem de jogar no meio onde rende pouco. Que desperdício! Mas, não há dúvidas, com Varela, que defende e ataca, a equipa fica mais equilibrada...

É curioso, mas o pior Porto dos últimos anos já está em cima do melhor Benfica dos últimos 20 anos...

Um abraço