Image and video hosting by TinyPic

Pedia-se coisa simples. Vencer. Não se pedia uma exibição bonita, pedia-se sim os três pontos. Depois o jogo bonito. Nada disso aconteceu. Nem vitória, nem jogo bonito.
Entrámos a controlar o jogo, mas tudo mudaria ainda no primeiro quarto de hora. Aos 13' minutos, Djalmir gelou o Dragão, quando cabeceou a bola para o fundo das redes da baliza de Helton, que ainda protestou mas sem razão. Como se não bastasse, três minutos depois o mesmo Djalmir marcou novamente, e agora muito por culpa de Helton. O pior estava feito. O título cada vez mais longe e mais, a primeira derrota em casa na época, e ainda a primeira vitória fora de portas da Olhanense. (Mais) um jogo miserável por parte dos tetra-campeões nacionais, que há umas semanas pareciam estar a subir de forma, depois das goleadas ao Sporting e ao Braga e ainda o bom resultado com o Arsenal. Enfim, muitos passes falhados durante o jogo, muitos ataques falhados, mas aos 81' minutos Falcao lá reduziu a desvantagem para 1-2, deixando ainda um pouquinho de esperança nos Dragões nervosos. Não se estava à espera, eu pelo menos não estava: O recentemente entrado Guarin salvou o Dragão de uma derrota no seu palco, marcando no último lance da partida.
Nota: não quero com o que vou dizer a seguir, tentar arranjar alguma desculpa para este triste resultado. O árbitro esteve mal. Por muitas vezes marcou faltas forçadas contra nós e inclusive deixou passar um pénalty sobre Rúben Micael, que podia muito bem ter decidido o jogo. Como se não bastasse, apitou em cima dos 4 minutos de compensação que tinha dado, não compensando o tempo perdido por jogadores da Olhanense e ainda o tempo de reposição de bola depois do golo.
Quero ainda deixar aqui uma pergunta em aberto. O que se passa com o Jesualdo? Tem Miguel Lopes, etc, em vez de ter o Ukra, Castro, Ventura, etc, que ainda por cima são do clube!
No momento em que escrevo, já se sabe que o Braga empatou em Setúbal, portanto amanhã o Benfica será provavelmente líder, e nós perdemos uma grande oportunidade de recuperar pontos aos bracarenses.
Por um lado, considero bom a equipa estar nesta fase, pois pode ser que haja mudança no treinador (E porque não o Domingos vir?). Sou da opinião de que nos vai fazer bem ir à Liga Europa, porque temos boas hipóteses de vencer a prova, o que nos daria motivação extra para a temporada seguinte. Aliás, foi assim nos tempos de Mourinho.
Assim deixo de escrever, triste por um lado e.. triste por outro. Veremos o que me trará cá da próxima vez.

Só um "P.S.", na entrevista ao Jorge Costa no final do jogo:
TSF: Jorge, reparei que não festejou nenhum dos golos do Olhanense, foi por serem cedo demais, perto do quarto-de-hora ou foi por outra razão?
Jorge Costa: Não me vou alongar na resposta, vocês sabem o meu passado neste clube, sabem o amor que sinto por ele, e foi por isso que não me manifestei.
Grande portista de facto.

Para comentar, clique aqui.

3 comentários:

dragao vila pouca disse...

Depois do pesadelo de Alvalade só nos resta ir ganhando...Por isso, espero que hoje os profissionais do F.C.Porto cumpram a sua obrigação, ganhem, se possível com uma boa exibição, uma exibição que ajude a levantar o astral e dê moral para a difícil deslocação a Londres. E não vou dizer mais nada. A bola agora está do outro lado e têm de ser os jogadores portistas a mostrarem que de facto a época ainda não acabou e estão todos com o F.C.Porto...

Um abraço

PS-Sobre os logos, não sou eu que trata disso, mas o André, meu afilhado, de qualquer maneira se quiseres cipiar, estás à vontade. É só clicar em cima.

Dragaopentacampeao disse...

Mais uma exibição frustrante com resultado a condizer.

Parece que a época está completamente comprometida.

Foi-se o título, o segundo lugar é cada vez mais uma miragem e a continuar com esta performance vamos levar poucas em Londres.

Ficam as taças, mas até nessas, quem não é capaz de vencer o Olhanense em casa... não poderá ter grandes ambições!

Um abraço

miguel disse...

antes de tudo, tive conhecimento do blogue "por intermédio" da crónica de Álvaro Magalhães no JN.

de facto, ele [Álvaro Magalhães] tem toda a razão em citá-lo naquele artigo: trata-se de um espaço de opinião e de reflexão sobre o Mundo do Dragão com um símbolo de qualidade inequívoco.

assim sendo, MUITOS PARABÉNS! pelo blogue. felicidades para os 'posts'
futuros.

abraço! M!