Já estamos em terras germânicas

A nossa comitiva chegou ontem a terras germânicas, mais precisamente a Marienfield.
Pelo meio já se confirmou a transferência de Emídio Rafael da Académica para o Dragão. Lateral-Esquerdo de 24 anos já é conhecido de André Villas Boas, visto que ambos trabalharam juntos na Académica no ano passado.
Dia 11 jogamos frente ao Preussen, em Marienfield, e dia 15 (último dia na Alemanha) frente ao Trabzonspor.
Começo a ver uma grande equipa, e aponto ao título da Zon Sagres, das Taças, e ainda uma boa prestação na Liga Europa ('sonho' inclusivé com o título, mas não quero criar demasiadas expectativas, se bem que um clube tão grande como o nosso pode e deve criá-las).
Por fim, visto que ando 'numa' de basear os meus textos em pequenas e várias opiniões, espero bem que o nosso equipamento secundário não seja este. Não gosto de equipamentos amarelos, pelo menos para nós (se bem que achei quando jogámos frente ao Glasgow Rangers há uns anos tivemos de 'inventar' um amarelo, de última hora) e ainda para mais com espécies de trovões, mas estou convencido que esse vai mesmo ser o nosso equipamento. Porquê? Porque a Nike costuma fabricar equipamentos semelhantes para diversos clubes e o da Juve (Itália) é bastante parecido. [ se alguém que possa alterar a opinião do clube relativamente a este equipamento me estiver a ler, por favor faça alguma coisa ;) ]
Dou por terminado (mais) um post pequeno, em que me limito a 'opinar', mas afinal, é para isso que aqui estou.

3 comentários:

Jorge disse...

analisei o tema dos novos equipamentos no meu blog (http://porta19.blogspot.com/2010/07/onde-andam-os-novos-equipamentos.html) e realmente não consigo tirar conclusões definitivas. é esperar...

já agora, é possível colocarem um link para o meu blog aqui no vosso? vou fazer o mesmo no meu :)

abraços,
Jorge
Porta19

R.M.Silva da Costa disse...

Sou pouco dado a equipamentos alternativos, embora haja situações que obrigam à solução optativa.
Camisola à Porto é mesmo a das riscas verticais azuis e brancas.
É a cedência moderna ao consumismo mas gera boas receitas.
Permita-me que discorde da sua reprovação. Porque:
O amarelo está no nosso lindíssimo emblema; o amarelo combina lindamente com o azul (ouro sobre azul); os risquinhos verticais podem simbolizar os raios com que havemos de "carbonizar" os nossos adversários; o amarelo é o símbolo do primeiro nas corridas de bicicleta em muitos países onde elas se realizam, incluindo o nosso.
Para mim só tem um pequenino contra: é que os nossos rapazes se habituem e passem a gostar também dos rectangulozinhos da mesma cor que os árbitros trazem escondidos nos bolsos...

Gaspar Lança disse...

Caro Jorge, link colocado, obrigado :)

Caro Remígio Costa, muito obrigado pelo seu comentário. Fez-me reflectir sobre o equipamento, e agora que penso no amarelo, encaro-o de outra maneira. A ver vamos se irá ser aquele o equipamento.