Dragão cheio de classe assusta qualquer um


Os clubes da segunda circular e o Braga perderam desde cedo pontos, e nada melhor que começar logo a aumentar a vantagem em relação aos mesmos; assim foi.

Recentemente promovido à Liga Zon Sagres o Beira-Mar procurava já a primeira vitória da época.



A partida não começou nada bem para o nosso lado, e logo aos 3 minutos Ukra foi substituído por Souza; Mais tarde soube-se que o jovem extremo português fracturou o nariz e o maxilar.
Jogo dominado do início ao fim, sempre com a nossa equipa por cima. Uma exibição recheada de classe, categoria e organização. Do início ao fim, volto a repetir, o jogo azul e branco esteve presente e em clara vantagem.
Hoje sim: uma equipa unida, sem passes falhados, coberturas compensadas, união e, acima de tudo, muita organização. Futebol bonito de se ver jogar!
A vantagem chegou relativamente cedo: aos 26 minutos Falcao antecipa-se ao defesa do esquadrão de Aveiro e cabeceia a bola para o fundo das redes, extasiando o Dragão!
Já em cima do apito para o descanso Belluschi marca o segundo naquele que foi, e julgo que falo por todos, o melhor golo da noite. Fantástico momento de magia do 'novo' Harry Potter. Grande livre directo, lance bonito de se ver.
Falcao não parecia estar num dos seus melhores dias, pois apesar do golo marcado o colombiano foi falhando inúmeras oportunidades mas, aos 81 minutos, Rúben Micael faz um passe a 'rasgar' a defensiva de Aveiro e Falcao remata novamente para o fundo das redes.

Destaques negativos não tenho a apontar e não me vou alongar com pontos a cada jogador, pois estiveram todos muito bem;
Helton esteve também ele muito bem. Está cada vez mais atento e parece rejuvenescer no nosso plantel. Moutinho, 'esse' sim, é merecedor de um destaque 'isolado'. Começa a mostrar quem é e porque é merecedor de actuar no Dragão enquanto azul e branco. Cada vez melhor!

Um destaque ainda para o nosso staff: André Villas Boas sempre com 'pessoal' perto dele a escrever e a conversas sobre notas em papéis; também durante os aquecimentos de jogadores a staff está presente.

É continuar assim e vencer o Genk já esta semana, no Dragão.

22 comentários:

Armando da Rocha disse...

lol os antis ja a inventar que o Porto e favorecido e eles sao os prejudicados lol.. RUMO A DESCIDA SLB LOL

Tiago Araújo disse...

Boas,
Grande vitória do nosso FCP, este sim é o nosso porto!
Boas transições, excelente jogo, 3 bom golos....
FORÇA FCP!

abraço

http://campeoesfcporto.blogspot.com/

Ricardo FCP disse...

Tá a melhorar mas ainda falta muita coisa..nao vamos entrar em euforias porque há erros que ainda nao sao normais mas estou a gostar bastante desta evoluçao..

_-The_Matrix-_ disse...

Excelente vitória do Porto, uma segunda parte muito boa com os médios em grande destaque e o Falcao mortífero como sempre.

Continuamos 100% vitoriosos que é o mais importante.

Cumprimentos e parabéns pelo blog ;)

Dragus Invictus disse...

Boa noite,

Infelizmente o jogo começou mal.

Ukra lesionou-se fracturando ao que parece o maxilar e nariz. E é uma baixa de peso para as nossas alas, uma vez que Cebola também está lesionado.
Vai ser a oportunidade de aparecer James diante do Rio Ave.

Villas Boas viu-se obrigado a mexer na equipa cedo demais, mas felizmente com o decorrer do tempo de jogo, as peças encaixaram-se e controlamos e dominamos o jogo.

Acho que ao invés de ter entrado Souza, deveria ter sido dada oportunidade a Ruben Micael. O madeirense foi um dos responsáveis pelos excelentes últimos minutos de jogo.

Villas Boas não apostou no 4-4-2. Estava curioso para ver se apostava. Varela como se viu hoje, não está na melhor forma, e era uma boa oportunidade para tal.

A equipa não demonstrou cansaço do jogo de quinta feira, o que demonstra que estamos bem preparados para os jogos que se avizinham.

Fomos pressionantes, com o meio campo a ser mais uma vez o motor da equipa. Moutinho e Belluschi combinam muito bem.

Mas que grande jogo de Belluschi ... o melhor desde que chegou ao Porto.

Falcao fez uma grande jogo, e podia ter marcado mais 2 golos pelo menos.

Nota de destaque para o Beira Mar que fez um jogo positivo, e valorizou a vitória do FC Porto. Com Sérgio Oliveira, serão por certo mais fortes.

Destaque também para o Dragão cheio, e para o clima de festa nas bancadas.

Foi mais uma vitória na consolidação de uma forma de jogar diferente ... pressão, controlo e domínio de jogo!

Abraço

Paulo

http://pronunciadodragao.blogspot.com/

Somos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Somos Porto disse...

Boa Noite,

eu sou o administrador de uma comunidade de portistas e estou interessado em propor uma parceria com este blog.

Gostaria de saber a vossa disponibilidade para tal e caso seja possível indicarem um email de contacto para podermos discutir melhor o assunto.

Grato pela atenção.

ultrafcporto disse...

Ora boas, isto sim é um Porto a jogar á Porto, um Porto sem receios, convicto, poderoso. E com uma criatividade espectacular, Beluschi sem dúvida deve ser ele sempre o marcador de serviço dos livres tenho dito.

Cumprimentos,
ultrasfcportomatosinhos

dragao vila pouca disse...

Não gostei da primeira-parte, adorei a segunda.

Não gostei da primeira-parte, altura em que um F.C.Porto lento, amarrado, pouco esclarecido, incapaz de pressionar, conseguiu uma vantagem confortável, sem ter feito muito para o conseguir. 1-0 na única jogada com princípio meio e fim, concluída por Falcao. 2-0 num livre superiormente marcado por Belluschi e pouco mais, com o conjunto aveirense, na abébia da praxe, dada pelos centrais portistas, a ter também uma boa oportunidade.

Mas se na primeira-parte, o F.C.Porto marcou dois golos, sem que tenha feito muito para o conseguir, já na etapa complementar tudo foi diferente. A velocidade aumentou, aumentou a pressão, a qualidade de jogo subiu até patamares bem altos, soltou-se o génio e se ao intervalo não tinhamos feito muito para estar a ganhar 2-0, no final da partida, o resultado peca por escasso, é lisongeiro para a equipa de Aveiro.

As razões para esta diferença de qualidade, para além das já referidas, têm fundamentalmente a ver com a alteração de sistema. O F.C.Porto em 4x3x3, frente a equipas fechadas, que tapam as laterais, tem dificuldades, dificuldades que aumentam se não tem Hulk ou C.Rodríguez e Varela, o único extremo em campo - Ukra saiu logo aos 6 minutos, com uma lesão grave, que o vai afastar muito tempo dos relvados...- não está inspirado. Não há ninguém capaz de desequilibrar, levar a bola até à linha de fundo e cruzar para Falcao. Sapunaru, mesmo tendo estado bem, não tem essa capacidade e Álvaro apenas conseguiu fazê-lo uma vez, no lance do 1º golo.
Se a qualidade já tinha subido, quando saiu Varela e entrou R.Micael, ficando o F.C.Porto a jogar em 4x5x1, a qualidade chegou a patamares de excelência. Domínio e controlo absoluto do jogo, futebol de toque, jogadas envolventes, ora pela direita, ora pela esquerda, oportunidades atrás de oportunidades, um futebol empolgante, que fez o público do Dragão sair satisfeito e cheio de confiança no futuro.

Temos plantel, temos treinador, estamos a caminho de ter equipa, uma grande equipa. A juventude inquieta, promete!

Um abraço

Dragaopentacampeao disse...

Vitória esperada, mais complicada que o previsível, mas depois de uma segunda parte de domínio territorial, sem espinhas!

Mais um jogo sem Hulk superado. É verdade que a primeira parte não teve a qualidade desejável. Neste período sobressaíram as dificuldades contra as quais esta equipa vai lutando (pouca velocidade, falta de inspiração, pouca qualidade no domínio e colocação da bola, passes transviados e abébias na defesa). Valeram os golos que foram atenuando o descontentamento.

Já na segunda parte a equipa transfigurou-se e mostrou um pouco do futebol que se pretende. Mais rápida sobre a bola, mais confiante, mais ambiciosa, mais prática, mais demolidora, a equipa chegou a galvanizar.

Mas o futebol tem destas coisas. Se na primeira parte, sem que fizéssemos muito por isso, marcamos dois golos, na segunda, com tantas oportunidades criadas, apenas conseguimos um. Foi um festival de golos falhados!

Vitória justa e escassa, principalmente pelo nível da segunda parte.

Um abraço

R.M.Silva da Costa disse...

Como há muito não acontecia para o campeonato, ontem estive no Dragão.
Ver futebol ao vivo é outra louça!
Respira-se confiança no Dragão.
Foi linda a festa, com muitas crianças e adultos vestidos com camisolas e cascóis com as nossas cores.

E muitos, muitos emigrantes que o nosso Porto, lá fora, cresce a olhos vistos. Não há a intoxição tendenciosa e parcial do centralismo indígena.

O rio ainda desliza com alguma dificuldade, mas está a engrossar e, muito em breve, entrará no mar.

A análise que faz parece-me ajustada ao que se passou, ontem à noite, no estádio mais lindo do mundo!

Um bom dia, caro Gaspar.

Silvestre disse...

Boa tarde

É ir em frente e nem olhar para trás. Ainda há muita coisa a rectificar mas mais importante é continuar a ganhar e deixar os milhafres e milhas. Estamos ainda com alguns problemas a defender mas a verdade é que não sofremos golos em jogos oficiais até agora. Sem arrogância, sempre com brio vamos lá eliminar os belgas e sempre a bombar.

João Manuel Couto disse...

O FCPorto está vivo! 4 jogos 4 vitórias

Anónimo disse...

que ja começaram a dizer que o Porto foi beneficiado no 2º golo só vos digo 2 coisas: 1º- havia uma falta sobre o Falcão, que nao foi marcada antes de ser marcada a (suposta, admito) falta sobre o Belluschi e em 2º houve um penalty que ficou por marcar sobre o Varela na 2ª paRTE. Ou seja, considerando tudo eu acho que a unica diferença teria sido que o Falcão teria feito um hat-trick, e o Beluschi nao teria marcado entao aquele espectacular GOLO!!

Armando da Rocha disse...

Falta agora um atacante e esse bem q poderia ser Cavaneghi,ele não renovou contrato com o Bordeux e pode sair por um preço baixo; o Sunderland tá atrás dele,mas acho q o Porto como clube grande da Europa tem todas as chances de garanti-lo.Seria um excelente reforço.
PS - Gaspar ainda não vi aqui um post acerca da contratação de Otamendi.

abraço

Alexandre Pereira disse...

Gaspar,
O jogo FCPorto x Genk vai dar na TV?

abraço

Tiago Araújo disse...

Boas,
Estive a ver no ZeroZero e na antevisão do jogo F.C.Porto x Genk nos comentários muita gente diz que vai dar na SPORTTV.

abraço

podem ver aqui:

http://www.zerozero.pt/jogo.php?id=1308759

Gaspar Lança disse...

http://www.fcporto.pt/Noticias/Futebol/noticiafutebol_futfcpgenksemtransmissao_240810_54826.asp

Leia-se: "O jogo entre FC Porto e Genk (quinta-feira, 20h30), a contar para a segunda-mão dos «Play-offs» da UEFA Europa League, não vai ter transmissão televisiva. (...)"

Remente FCP disse...

Gaspar,
Toda a gente já deve ter lido o comunicado mas anda muita gente a dizer que vai dar na SPORTTV.
Se não der na TV em que site posso ver o jogo?
abraço

Bruno Amaro disse...

Gaspar,
Grande Braga, agora nós os portistas temos 3 feelings!!!

1º- Ganhar o Campeonato
2º - Ganhar a Liga Europa
3º - Que o braga se vai sair muito melhor que o benfica na champions.... eheheh

PS - Gaspar podia abrir uma excepção e publicar aqui um post sobre o braga, eles merecem.

SOMOS PORTO!

Anónimo disse...

Gaspar,
Vais fazer um post sobre o braga?

Nuno Araújo disse...

O Sp. Braga venceu esta noite o Sevilha, em Espanha, e apurou-se para a fase de grupos da Liga dos Campeões. Lima foi o herói bracarense, com três golos decisivos.

Recorde aqui as incidências da partida.

O Sp. Braga escreveu mais uma página de ouro do seu historial, ao apurar-se para a fase de grupos da Champions. Depois de afastar o Celtic na terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões, a equipa de Domingos Paciência soube aproveitar a necessidade espanhola de marcar para seguir em frente.

Com uma defesa bem organizada, a equipa de Domingos Paciência marcou aos 31 através de Matheus, após rápida jogada de ataque. Já na segunda parte, Lima, que entretanto substituiu Luís Aguiar, brilhou.

Primeiro o 18 que o Sp. Braga pescou no Belenenses fez o 2-0 aos 58 minutos. Logo a seguir Luís Fabiano fez o 2-1 e aos 84 minutos Navas empatou.

Quando o Sevilha parecia começar a acreditar no apuramento – precisava de marcar ainda dois golos – Lima acabou com a discussão: aos 85 minutos Lima aproveitou uma má saída do guarda-redes espanhol para fazer o 2-3 e quatro minutos depois marcou o seu terceiro golo, o quarto da equipa bracarense.

Mantendo o ritmo louco da partida, Kanouté ainda fez o 3-4 em período de compensações, mas a noite era portuguesa. O Sp. Braga está apurado e está de parabéns. Para trás já ficaram Celtic e Sevilha. Quem virá a seguir?

fonte: abola.pt

SOMOS PORTO!