Por pouco não nos afogámos

Deslocação difícil à Figueira da Foz, e estreávamos-nos neste campeonato com uma batalha marítima (ainda havemos de ter outra nesta primeira volta).
A ambição de ganhar estava presente nos 24 corações em campo (eu conto com os treinadores, ainda não sou assim tão mau a matemática) e em muitos mais.
Entrámos e jogámos mal, repito, mal na primeira parte; muito mal mesmo, na minha opinião.
Passes falhados, a maior parte, remates (dos poucos que existiram, e não me recordo de nenhum) completamente falhados, maus cortes, muitos deles que deram ou poderiam dar em situações de bastante perigo contra a baliza de Helton.
Suspeito que tenha existido uma espécie de 'raspanete' de André Villas Boas ao intervalo porque... O Porto que veio foi outro. Ou melhor, veio o Porto; apareceu. Passes certos e boas combinações entre jogadores, e os remates à baliza começavam a aparecer!
Belluschi foi, mesmo assim, para esquecer. Salvo um ou dois livres directos que marcou correctamente, o médio argentino esteve apagado do jogo. Pior que isso, esteve em muitas jogadas que 'estragou'. Ou muito bom, ou péssimo.
Já Hulk tem destaque positivo. Considero-o como o melhor Dragão em campo, e mesmo melhor do jogo. Talvez o motor do jogo. Hoje todas as jogadas partiam ou tinham grande influência do brasileiro. Esteve muito bem na segunda parte, tal como toda a equipa. Ele próprio converteu a grande penalidade que nos deu a vantagem.
Da arbitragem, prefiro não me alongar mais do que esta frase; uma primeira parte como deve de ser, mas a segunda a ficar muito aquém.
Um pequeno P.S.:Gostei do pouco que vi do Souza, há que dar mais tempo ao 'rapaz'.

Alguém deve ter lido o título do meu post e transmitido o título aos jogadores da Naval, porque a dada altura o jogo parecia ter sido substituído por uma batalha. Tivemos muita sorte em não haver grandes lesões.

8 comentários:

Tiago Araújo disse...

Gostei muito do FCPorto na 2ª Parte, Hulk a tentar a sua sorte mas longe disso, valeu-nos o penalti e a partir daqui é trabalhar.....
Somos FCPorto!

abraço

Armando da Rocha disse...

André Villas-Boas não mexeu em equipa que ganhou e repetiu o onze utilizado em Aveiro para a Supertaça, mas este sábado sentiu muitas dificuldades para vencer os figueirenses.

Na primeira parte, depois de escolher campo com vento a favor, a Naval conseguiu manter o jogo equilibrado e fica para o registo das polémicas uma queda de João Pedro na área, em disputa com Álvaro Pereira. O árbitro mandou seguir, sobraram os protestos nas bancadas.

No segundo tempo, o FC Porto aumentou a pressão e Hulk tentou de todas as maneiras. Aos 84, depois de uma mão de Jonathas a cortar a bola na área - lance que também merecerá repetições - Hulk deu então vantagem aos dragões.

Anónimo disse...

O FC Porto estreou-se na Liga com uma viagem à Figueira da Foz e uma vitória por 1-0 sobre a Naval. Boa exibição de Hulk, a marcar o penalty da vitória

ruimanelfcp disse...

Este foi o primeiro jogo oficial em que o fcp teve mesmo dificuldades...

Anónimo disse...

Estivemos bem....

R.M.Silva da Costa disse...

Eu, como o Gaspar, vi exactamente o mesmo jogo. Terá oportunidade de o confirmar, não de modo tão preciso e competente como está brilhantemente contido no post que nos oferece, se passar pelo lugar do costume.

Acho que foi, essencialmente, uma vitória de Villas Boas.

Dragus Invictus disse...

Bom dia a todos,
Na primeira parte não fomos um Porto pressionante e dominador muito por mérito da Naval que entrou muito bem no jogo, a trocar bem a bola, e com 5 médios quase sempre em linha que ganhava as bolas ao nosso trio de meio campo. E quem não tem posse tem menos chances de criar oportunidades de golo.
Embora no meu entender a falta sobre Falcao na primeira parte seja penalti, uma vez que o jogador da Naval só consegue varrer a bola atropelando Falcao.
Na primeira parte faltou o amarelo para uma simulação de penalti vergonhosa de João Pedro, que devido ao protestos poderia ter intimidado o árbitro e o próprio Alvaro.
Na segunda parte a Naval entrou mesmo naquela de deixar correr o tempo, ver a reacção do Porto, para tentar conquistar um pontinho.
Mas o Porto entrou forte, mais pressionante e conquistou a batalha no meio campo, muito por força da excelente alteração táctica de Villas Boas que meteu os músculos de Guarin no meio campo.
Gosto deste treinador, porque não fica à espera do que vai acontecer. Mexe rapidamente sem receios. Passou de 4-3-3 para 4-4-2, e se o porto não marcasse iria meter Ukra para abrir o jogo.
Ontem notou-se a falta de uma solução de banco para a área.
Walter faz muita falta, porque se Villas Boas tivesse mais um ponta de lança, teríamos marcado mais cedo, a uma Naval que encostou às cordas e abandonou o ataque.
Apenas teve aquele contra ataque excelentemente resolvido por Alvaro.
Nota para os imensos adeptos do FC Porto presentes e os Super que empurraram a equipa para a vitória.
Quanto aos jogadores, saliento Helton que é como o vinho do Porto, quanto mais velho melhor. E a braçadeira trouxe-lhe mais responsabilidade e ele assume a sem medo, gritando e incentivando os companheiros de defesa.
O quarteto defensivo fez um excelente jogo.
Moutinho e Fernando são secam tudo à volta ... que formiguinhas de trabalho!!! fantástico! Belluschi até parece outro jogador com estes dois lutadores a seu lado.
Falcao sempre a lutar, esteve bem.
Hulk com muita vontade de resolver, por vezes excessiva, a querer rematar de longe e assumir a marcação dos livres ... mas Hulk é assim, é um daqueles jogadores que pode resolver num lance destes. Podia ter marcado naquele desvio por cima do GR da Naval que passou rente ao poste.
Varela lutou muito, mas um campo em que os jogadores estavam muito próximos dificultou a sua tarefa.
Nota negativa para este árbitro. Parecia a sinfonia do apito... deixou que os jogadores da Naval recorressem constantemente a faltas que travavam o ritmo de jogo.
Perdoou a expulsão a Jonathas, mais que uma vez. Este jogador só travava Hulk à pancada. Aliás este mesmo jogador agrediu João Moutinho e continuou em campo ... e ainda bem porque cometeu o penalti que nos deu a vitória.
Foi importante entrar a vencer, pois esta equipa precisa de vitórias para se consolidar e ganhar confiança.

Bom domingo para todos

paulo

http://pronunciadodragao.blogspot.com/

Peixoto disse...

Benfas 0-1 Académica! Força J. Costa! Somos PORTO!
Para já a coisa corre bem.