Uma salva de palmas para André Villas Boas



A tarde não começou propriamente bem, com a notícia da tragédia na família de Hulk. Espero que o brasileiro volte rapidamente ao Porto para treinar, mas primeiro há que tratar de tudo, visto que o falecimento da sua sobrinha não é de certeza fácil de 'digerir'.
Não me importei muito com a ausência do jogador no onze, pois pensei em Rodríguez. Momentos depois apercebi-me de que o uruguaio não tinha sido convocado e aí começaram as ideias na minha cabeça. AVB apostaria em Ukra em vez de Hulk, ou mudaria o esquema para o 4*2*2? Não - pensei eu. O AVB vai apostar no Ukra, visto que na última partida ia fazer entrar o jovem jogador português, mas entretanto marcámos. E assim foi, e o 4*3*3 manteve-se.

Esperava-se um jogo difícil na Bélgica (eu falo por mim, mas penso que todos tínhamos um pouco de receio desta equipa praticamente desconhecida).
Éramos claramente favoritos e tínhamos de entrar a vencer, e tentar decidir (se bem que não é o termo correcto, visto que uma eliminatória nunca fica decidida no primeiro de dois jogos) o jogo nesta visita aos belgas - no post anterior apelidados de 'bolachas' devido ao nome das famosas bolachas.

Aos 29' minutos um penalty claro (existe uma falta, bem visível pelas imagens televisivas) sobre Falcao e o colombiano, na conversão do castigo máximo, deu-nos a vantagem.
Tínhamos de continuar a pressionar, mas aconteceu precisamente o contrário e, nos minutos finais da primeira parte, a equipa da casa foi forçando cada vez mais.
Sem alterações ao intervalo, a equipa vinha de - certamente - uma ligeira repreensão de André Villas Boas e para surpresa portista a equipa belga entrou a pressionar ainda mais. Aguentámos-nos com sorte, ou melhor, com grandes intervenções de Helton. Muitos erros de Maicon (gastem lá dinheiro no Otamendi por favor(!), que o Maicon ainda não pode ser sempre titular!) e mesmo Álvaro Pereira, agora Palito - segundo o nome no seu equipamento - também não esteve na sua melhor forma.
Aos 66' minutos Matoukou viu o vermelho directo, e mais que justo, por uma falta duríssima sobre João Moutinho. Demorámos a aproveitar essa vantagem, mas aos 82' minutos Souza (que havia entrado em campo 6 minutos antes da expulsão do jogador do Genk) teve um momento de inspiração (ou de talento? Esperemos que seja esta opção a correcta!) e apontou o melhor golo da noite, que golo! Golo importante, que nos colocava a vencer por 2-0 no terreno do adversário.
Não podíamos baixar os braços, pois o Genk estava pronto a surpreender e a querer reduzir a desvantagem. A um minuto dos 90' Fernando Belluschi teve um dos seus (começam a ser habituais) momentos de inspiração, e resolveu o encontro! Mais um grande golo.
Golos, todos eles, apontados por sul-americanos.

Não digo mau mas... Fraco:
  • Ukra: entrou mal no jogo, talvez devido ao nervosismo que se justifica com a escolha de última hora. No fim do primeiro tempo teve um bom lance individual. Penso que, se não fosse este último lance, o português não vinha equipado para a segunda parte;
  • Mais uma vez, Belluschi: Valeu o golo, que ajudou e muito a 'esconder' a sua fraca exibição. Mais uma nesta época. Muitos passes falhados, algumas falhas no que toca à ajuda na defesa;
  • Maicon: Para mim, a pior surpresa da nossa equipa. Esteve muito mal, imensas falhas que, contra uma equipa de maior experiência nestes jogos, poderiam ter resultado em golos. Cartão amarelo escusado; atitude muito má que pode prejudicar bastante a equipa. Esperemos que não se repita muitas vezes, mas volto a dizer: que venha o Otamendi;
  • Senhor Luca Baldi, árbitro do encontro: Jogos europeus têm de ter árbitros de qualidade. muitas faltas assinaladas que não existem; cartões amarelos algo estranhos e alguns por dar; Esteve bem no vermelho que mostrou e no penalty que assinalou, de resto, uma arbitragem algo 'estranha'.
Em destaque:
  • Falcao: Esteve mais uma vez bem. Até livres directos o colombiano marca! Grande avançado, que temos de manter no plantel a todo o custo pelo menos nos próximos dois/três anos!
  • Helton: Sempre atento, a fazer lembrar Vítor Baía, 'salvou-nos' em diversas ocasiões;
  • Rúben Micael, que, nos poucos minutos que esteve em campo fez-nos lembrar do quão é importante no nosso onze inicial;
  • Souza: pelo bom golo que apontou;
  • Por fim, uma grande vénia a André Villas Boas: Já no jogo frente à Naval o técnico demonstrou que sabe o que fazer quando a equipa não se encontra a jogar da maneira ideal. Parecia falhada a tentativa ao intervalo, mas a equipa foi-se recompondo e o jovem técnico 'mexeu' bem no onze, fazendo entrar Rúben Micael e Souza que mudaram um pouco o jogo.
Não estão destacados todos os jogadores; todos os que não se encontram nestas poucas linhas referidos fizeram, na minha opinião, uma partida razoável.

Não podemos baixar os braços e no Dragão temos de entrar para ganhar!

Relembrando as palavras de Nuno: "(...) Somos Porto, e vamos continuar a ganhar!"

NOTA: Gesto bonito o de Falcao que, ao marcar o golo o dedica a Hulk, pegando na camisola do jovem brasileiro.

20 comentários:

R.M.Silva da Costa disse...

Está tudo dito na análise aqui feita do jogo. Sem deixar de transparecer a justiça da vitória, são apontados os pontos negativos que há devem ser corrigidos para que não aconteçam noutros jogos mais exigentes.
É impossível não lembrar as vezes que os dianteiros do Gent dispuseram para marcar, não fosse a extraordinária forma do Helton e alguma inépcia dos avançados belgas.
Mas a equipa dá esperança e sente-se a mão do treinador.

Dragus Invictus disse...

Bom dia,

Ontem fizemos um jogo "quanto baste" para levar de vencida uma equipa jovem, com jogadores de alguma qualidade. E demos uma passo rumo à fase de grupos da liga Europa.

Na primeira parte, entramos calculistas, a controlar e dominar o jogo. O adversário não teve bola, e apenas em fugazes contra-ataques tentava chegar à nossa baliza. Estivemos claramente à espera do erro do adversário, que se foi enervando com o decorrer da primeira parte, e acabou por cometer um penalti que nos deu a vantagem no marcador.

Na segunda parte, o Genk depois das alterações do seu treinador, começou a criar-nos problemas e não fosse Helton, teriam naquela altura empatado o jogo.

Mas Villas Boas, tem uma de muitas qualidades ... não perde tempo e mexe na equipa. Meteu mais gente no nosso meio campo, e voltamos a controlar e dominar o jogo. Com um futebol de troca e posse de bola, constantes tabelinhas, com naturalidade marcamos mais dois excelentes golos.
O de Souza foi fantástico.

Nos jogadores realce para os nossos 3 médios.
O Belluschi com o Fernando e o Moutinho ao lado parece outro. Fica mais solto para o ataque.
Também os Fernando e o Moutinho varrem o meio campo todo. Impressionante o Moutinho ... não tem medo de fazer carrinhos, leva porrada que se farta,... e parece aqueles copos teimosos ... cai e levanta logo!
Grande exibição do Helton.
Maicon ontem foi capaz do melhor e do pior. Na nossa defesa, nota-se que falta ali agressividade no ataque à bola, antes mesmo de nos encostarem às cordas. Rolando esteve bem melhor.
Varela esteve outra vez abaixo das expectativas.
Ukra esteve bem, lutador, podia mesmo ter marcado.
Sapunaru e Alvaro cumpriram o seu papel, mas sem atacar muito.

Abraço a todos e bom fim de semana

Paulo

Bom dia,

Ontem fizemos um jogo "quanto baste" para levar de vencida uma equipa jovem, com jogadores de alguma qualidade.

Na primeira parte, entramos calculistas, a controlar e dominar o jogo. O adversário não teve bola, e apenas em fugazes contra-ataques tentava chegar à nossa baliza. Estivemos claramente à espera do erro do adversário, que se foi enervando com o decorrer da primeira parte, e acabou por cometer um penalti que nos deu a vantagem no marcador.

Na segunda parte, o Genk depois das alterações do seu treinador, começou a criar-nos problemas e não fosse Helton, teriam naquela altura empatado o jogo.

Mas Villas Boas, tem uma de muitas qualidades ... não perde tempo e mexe na equipa. Meteu mais gente no nosso meio campo, e voltamos a controlar e dominar o jogo. Com um futebol de troca e posse de bola, constantes tabelinhas, com naturalidade marcamos mais dois excelentes golos.
O de Souza foi fantástico.

Nos jogadores realce para os nossos 3 médios.
O Belluschi com o Fernando e o Moutinho ao lado parece outro. Fica mais solto para o ataque.
Também os Fernando e o Moutinho varrem o meio campo todo. Impressionante o Moutinho ... não tem medo de fazer carrinhos, leva porrada que se farta,... e parece aqueles copos teimosos ... cai e levanta logo!
Grande exibição do Helton.
Maicon ontem foi capaz do melhor e do pior. Na nossa defesa, nota-se que falta ali agressividade no ataque à bola, antes mesmo de nos encostarem às cordas. Rolando esteve bem melhor.
Varela esteve outra vez abaixo das expectativas.
Ukra esteve bem, lutador, podia mesmo ter marcado.
Sapunaru e Alvaro cumpriram o seu papel, mas sem atacar muito.

Abraço a todos e bom fim de semana

Paulo

http://pronunciadodragao.blogspot.com

Remente FCP disse...

Gaspar,

muito boa imagem, muito fixe continua assim....

Em relação ao jogo fraquinho mais ou menos estes três golos valeram-nos a passagem à Fase de Grupos.

SOMOS PORTO!

Tiago Araújo disse...

Boas,

Não desgostei do FCPorto, um primeira parte fraquinha com algumas ocasiões de golos, não sei se foi penalti ou não mas o que interessa é que nos serviu mais um golo de um prato na mesa. Segunda Parte boa, gostei daquele golo de Sousa com assistência de Ruben Micael que ontem fez anos, e depois a finalizar ao minuto 90 um bom golo de Belluschi.
com isto o nosso apuramento fica quase garantido.

abraço

campeoesfcporto.blogspot.com

Anónimo disse...

Sem opera mas com eficácia. Assim se resume a vitória do nosso fcp.

Anónimo disse...

Hoje ficou evidente que o porto precisa de um central. Grande resultado, numa exibição assim assim. É dificel cortar com os vícios do passado, o porto por vezes continua a apostar num futebol demasiado directo, e mesmo qd jogam curto falham passes que chateia.
O Vilas Boas tem uma tarefa árdua pela frente, mas tenho plena confiança nas suas capacidades para por o porto a jogar há porto.

Armando da Rocha disse...

Não gostei tambem muito da exibição do Porto principalmente na 2ºparte podiamos ter arriscado mais quando ficamos a jogar em superioridade numerica e sinceramente não percebi a retirada do varela quando o ukra estava a fazer um jogo mediocre.
Também fiquei um pouco surpreso ao ver o Porto a jogar sem extremos e com jogadores demasiados presos ás suas posições. Podiamos e deviamos ter feito um melhor jogo, não sofremos golo(s)por mera casualidade e tambem á grande qualidade do Helton. Ficou na retina o grande golo de Souza e pouco mais espero por melhor futebol.

Quanto á eliminatória está cumprido o objectivo.

Cumprimentos azuis

Anónimo disse...

Quanto custam os novos equipamentos do fcp?

Dragaopentacampeao disse...

Jogo aparentemente fácil que o FC Porto tratou de complicar, recorrendo a um ritmo de treino e pouco engodo pela baliza.

Sem Hulk, a quem presto as minhas homenagens pelo momento difícil que atravessa, os Dragões apresentaram-se lentos, previsíveis e sem imaginação. Dominaram na primeira parte mas sem criar grande perigo.

Já na segunda metade tiveram que aguentar a maior determinação belga e aí Helton respondeu com bravura e classe.

AVB acordou a tempo alterando o sistema de jogo. A inclusão de Souza e Rúben Micael foram fundamentais para a clarividência que o meio campo ganhou, com reflexos no resultado.

Grandes exibições de Helton e Fernando, dois gigantes em campo. Souza voltou a confirmar as boas indicações que já dera nos poucos minutos que jogou.

Muito trabalho espera a esta equipa para se assumir candidata ao triunfo deste troféu.

Um abraço

Gaspar Lança disse...

Anónimo, cada equipamento custa cerca de 75€.

Anónimo disse...

Porquê tão caro?

Manuel F. disse...

Soberbo resultado fora de casa.

Bom jogo, exibição segura de uma equipa que sabe o que faz.

Souza e Ruben Michael mostraram que podem ser titulares; temos um grande meio campo.

Esteve bem a defesa. Helton esteve excelente. Três jogos oficiais sem sofrer golos.

O ataque esteve bem, mas faltou o perfume de Hulk, jogador com talento demasiado grande para o nosso campeonato.

A equipa cometeu erros, nem podia ser de outra maneira; quando se tem valor, os erros são uma oportunidade para continuar a crescer.

Bruno Amaro disse...

Foi um bom jogo.

Peixoto disse...

Temos um larga vantagem para o jogo da 2ª Mão aqui no dragão.
abraço

Anónimo disse...

Bom post gaspar.

ultrafcporto disse...

Caros amigos portistas,
este jogo podia ser uma autentico massacre ao Genk, bastava o meio campo acelerar mais um pouco que eles tremiam por todos os lados, apenas bastou apelar á criatividade pessoal e também colectiva da equipa, que os jogadores do Genk ficaram sem capacidade de resposta, acho que ainda falta alguma confiança neles próprios mas com o tempo vai lá, afinal estamos a começar. Agora aquela defesa não me convence falta ali uma voz de comando.

Cumprimentos,
ultrasfcportomatosinhos.blogspot.com

Anónimo disse...

Amanhã o Hulk vai jogar?

Armando da Rocha disse...

Gaspar,
Sabes se o hulk amanhã joga?
rxp sff

Anónimo disse...

forum:
fcporto24.com

Gaspar Lança disse...

O Hulk ainda se encontra no Brasil, portanto não se integra nos convocados.