Lucho González de regresso ao Dragão!

Não havia melhor artigo para ser redigido depois do trágico (por várias razões...) jogo de ontem senão o anúncio do regresso de Luís 'Lucho' Oscar González ao Dragão.

Cerca de duas temporada e meia depois de completados os detalhes da sua saída para o Marselha, por cerca de dezoito milhões de euros, eis que o clube francês anuncia esta tarde no seu site oficial um acordo com o Futebol Clube do Porto referente ao regresso a título definitivo do internacional argentino à cidade invicta - acordo esse que deverá ser oficializado ainda hoje.

Ex capitão, denominado por muitos como El Comandante, Lucho chega ao nosso clube numa altura crítica se olharmos para a classificação do campeonato nacional.

Com uma relevante descida de salário mensal, Lucho González ficou para a história do clube pelos jogos que disputou, pelos golos que apontou e pelas alegrias com que nos brindou.

Eis alguns números do argentino enquanto jogador do FC Porto (in mais futebol):
2005/06
40 jogos (30 na Liga, 4 na Taça de Portugal e 6 na Champions)
12 golos (10 na Liga, 1 na Taça de Portugal e 1 na Champions)

2006/07
38 jogos (30 na Liga e 8 na Champions)
12 golos (9 na Liga e 3 na Champions)

2007/08
40 jogos (28 na Liga, 5 na Taça de Portugal e 7 na Champions)
9 golos (3 na Liga, 2 na Taça de Portugal e 4 na Champions)

2008/09
37 jogos (23 na Liga, 3 na Taça, 9 na Champions, 1 na Supertaça e 1 na Taça da Liga)
11 golos (9 na Liga e 2 na Champions).

2009/10
41 jogos (32 na Liga francesa, 1 na Taça da Liga, 5 na Champions e 3 na Liga Europa)
7 golos (5 na Liga e 2 na Champions)

2010/11
46 jogos (36 na Liga, 2 na Taça da Liga e 8 na Champions)
7 golos (8 na Liga e 2 na Champions)

2011/12
28 jogos (19 na Liga, 1 na Taça de França, 2 na Taça Liga e 6 na Champions)
3 golos (2 na Liga e 1 na Champions)

2 comentários:

r.m.silva da costa disse...

Lucho é um dos "nossos" e é grande jogador. A sua vinda, contudo, é surpreendente. A seu tempo, talvez se venha a desvendar (e a justificar) o que pesou mais na decisão de o recuperar para o nosso clube.

Que contrarie o aforismo popular de que não se deve voltar ao local onde se foi feliz uma vez...

Armando Pinto disse...

E eis que regressou em pleno, com uma grande exibição logo no jogo de estreia.
Abraço.