Somos Porto, somos Campeões, somos Tricampeões!

Um, dois três. Três épocas, três campeonatos, três títulos. Campeões, Tricampeões. 

Saber a tabuada era obrigatório para todos aqueles que, a três jornadas do fim de mais um campeonato português, se queriam manter na luta pelo título. Com quatro(!!!) pontos a separar as duas equipas que lideravam a tabela, numa altura em que faltavam apenas três jogos, muitos eram aqueles que tomavam tudo por garantido, mas muitos eram também aqueles que ainda acreditavam.

Golos, muitos golos, muitos saltos, muitos gritos. Foi em clima de festa azul e branca que a noite de dezanove de maio terminou. (Ainda) não foi num domingo de Páscoa, como Pinto da Costa já desejou, mas acabou por se confirmar mais uma vitória do Futebol Clube do Porto no principal escalão do futebol português, depois de mais trinta jogos sem conhecer o sabor da derrota, ao contrário das restantes equipas que na competição participaram.

É hora de encher a Avenida da República, os Aliados, o Dragão, é hora de celebrar mais uma vitória à Porto!

4 comentários:

Rui Anjos (Dragaopentacampeao) disse...

Sim, vencedor justo e sem mácula, contra tudo e contra todos.

No entanto, não deixo de registar que a equipa teve uma quebra abrupta, incompreensível, que poderia ter sido fatal e mesmo fazendo uma ponta final de muita regularidade, nunca conseguiu exibir-se com o brilhantismo que chegou a entusiasmar.

Ainda bem que conseguiram acreditar até ao fim, quando eu próprio já temia não ser possível, ainda por cima com as papoilas saltitantes a beneficiarem de Capeladas e Baptistadas.

Somos Campeões e o resto são tretas:

TRI TRI TRI


Um abraço

Remigio Costa disse...



Boa tarde, campeão.

Uma única derrota em 90 (!!!) jogos do tri. É qualquer coisa!.

(Seja bem regressado.)

Gaspar Lança disse...

Boa noite,

A queda de rendimento (não só de temporada para temporada desde a saída de Villas Boas mas também de jogo para jogo na presente época) é notória, mas a verdade é que Vítor Pereira acabou por conseguir liderar a equipa rumo a mais um título de campeão nacional, que, no final, é o que interessa!

E caro Remígio, é de facto notório que, em noventa jogos, apenas tenhamos sofrido uma derrota! Muito obrigado!

Tri-comprimentos aos dois.

Jorge Dias disse...

Bem, realmente... 90 jogos e apenas uma derrota! Isto deve ser único no mundo inteiro!!!
Desta feita, a festa do titulo não foi na Páscoa, mas mais uma vez as minhas apostas desportivas na betclic não falharam, somos TRIcampeões :D
Já para nem falar das vitórias nas modalidades deste fim de semana... O Porto é grande!