Os Dragões também sabem nadar

Se este é um espaço destinado à minha opinião sobre o 'nosso' (entenda-se, Futebol Clube do Porto) futebol, então hoje não haverá muito a dizer.
A chuva de fortíssima intensidade que se fez sentir na cidade de Coimbra fez com que o jogo de hoje entre o clube local e os Dragões mais parecesse uma partida de pólo aquático.
Esperava-se um jogo bastante difícil, entre os líderes do campeonato e os surpreendentes terceiros classificados, mas como já disse, o tempo não o permitiu. A bola, essa, praticamente não rolava, e ora parava subitamente ou ganhava vontade própria, e deslocava-se para onde bem lhe entendesse.
Com poucas oportunidades claras de golo na primeira parte, mas domínio quase total da nossa equipa, eis que Varela chega ao golo, e que golo bonito!, corria o minuto 43' de jogo. Era o primeiro e único golo do jogo, o 5º de Varela na Liga. O intervalo havia chegado. Quinze minutos separavam os jogadores da autêntica piscina de Coimbra. No regresso, entrámos com uma atitude ofensiva e assim permanecemos durante praticamente todos os minutos da segunda parte, havendo inclusive uma grande penalidade a nosso favor, que João Moutinho - ansioso por festejar pela primeira vez de Dragão ao peito - não conseguiu concretizar, atirando ao poste. Poucas oportunidades se seguiram, até que já no fim do jogo a formação de Coimbra ainda teve tempo para assustar o mundo azul e branco, atirando à trave da baliza defendida por Helton.
O árbitro apitava pela última vez e somávamos então mais três pontos, mantendo os sete de diferença para o segundo classificado, e aumentando então a distância para a Académica e restantes.

7 comentários:

Tiago Araújo disse...

Boas,
Nem um dilúvio nos conseguiu parar, isto a prova a raça que nós temos e que estamos preparados para defrontar o besiktas para a liga europa e o benfica para a liga zon sagres.

abraço

Comentem sff no meu blogue:

http://campeoesfcporto.blogspot.com/

Anónimo disse...

o joao moutinho vai marcar ao slb

r.m.silva da costa disse...

O título que escolheu para o seu (excelente) post é uma síntese perfeita do jogo de Coimbra. Parabéns.

Este jogo não foi um baptismo de fogo, por razões óbvias, mas tem muitas parecenças com o simbolismo dos baptizados, porque, desde ontem à noite passamos a ser o PORTO...LIMPINHO!

Um abraço.

Dragus Invictus disse...

Bom dia,

Foi uma vitória de garra e luta!
Foram bravos os nossos jogadores.
Belluschi, Maicon, Varela, Moutinho, Guarin e Alvaro foram uns guerreiros!
Pena as 4 oportunidades de golo claro falhadas na segunda parte (uma delas o penalti).
Poderíamos ter vencido tranquilamente o jogo.
O relvado estava impraticável, a bola não rolava, havia perigo para a integridade física dos jogadores (Fernando saiu lesionado), e o árbitro poderia e deveria invocar a Lei 5, e parar o jogo temporariamente, suspendê-lo ou interrompê-lo definitivamente por razões de interferência de acontecimentos exteriores (chuva intensa que levou ao mau estado do relvado).
Felizmente tudo correu bem e vencemos!

A Liga tem de repensar estas autorizações para a realização de concertos musicais, no decorrer da época desportiva.

O central Orlando devia estar com o cérebro encharcado de água, quando afirmou «A vitória do F.C. Porto não é justa»
Este gajo ou é burro ou mouro... e desculpem a redundância!
O FC Porto teve 4 oportunidades de golo "cantado" na segunda parte.
A Académica limitou-se a enviar já em tempos de descontos uma bola à barra de livre directo!

Duarte Gomes fez uma péssima arbitragem. Na primeira parte não nos deixou jogar. Marcou faltas inexistentes contra nós, e deixou por marcar outras a nosso favor.
Penso que o golo é mal anulado ao Falcao.
Senão fosse o fiscal de linha teria ficado por assinar aquela grande penalidade evidente.
Quanto à alegada grande penalidade cometida por Maicon é inexistente. Maicon tem os braços junto ao tronco, e a bola do peito ressalta ao ante-braço.

O FC Porto foi um justo vencedor, pois lutou mais num relvado deplorável, e foi a equipa que mais procurou vencer a partida.

Abraço e bom fim de semana

Paulo

http://pronunciadodragao.blogspot.com/

Pedro disse...

Curioso que o melhor em campo ,pelo menos para mim, foi Belluschi. Pareceu adaptar-se melhor do que qualquer outro jogador ao relvado. O picar da bola mal a recebia é sinal que este rapaz já jogou em alguns batatais.

Só não gostei de mais uma troca no marcador do penalti. Quase nos custou 2 pontos. Isso e a desinspiração do Falcao.

De resto foram todos bravos, é uma equipa à Porto carago!

Pedro disse...

Agora ganhar ao besiktas e ao slb

Tiago Araújo disse...

Boa Tarde,

Visto que foi impossível jogar um futebol espectacular, com muitas exitações durante o jogo, com um futebol quase nada ofensivo no Estádio Cidade de Coimbra.

Este jogo realizou-se entre o 1º classificado o F.C.Porto e o 4º classificado o Académica.

Pelo que ouvi dizer no Sábado e dia esteve agradável, o sol ia espreitando às vezes, mas que durante o dia todo não choveu. Tudo perfeiro para um futebol espectáculo entre as duas equipas. O meu amigo João Manuel Couto entra no estádio 1 hora e 15 minutos antes da partida, as duas equipas entram para o relvado para efectuarem o devido aquecimento, relvado verdinho, sem poças.

Os jogadores depois de terem efectuado o aquecimento voltam às cabines para se preparam ambas para o jogo, passado algum tempo uma carga de chuva monumental abate-se sobre o terreno do jogo e em vez de ser um terreno perfeito, tinha transformado numa "piscina".

Os primeiro 10 minutos foram contragedores para as duas equipas que quase todo o jogo não se conseguiram habituar do terreno de jogo.
Também nos primeiros 10 minutos a TVI teve falhas devido ao temporal que se pôs na cidade de Coimbra.

Depois nos 40 minutos a mesma situação se voltou a repetir, uma chuvada forte inundou ainda mais o relvado.

Grande dedicação e muito esforço de ambas as equipas, o que nos interessa realmente é os 3 pontos alcançados.

Um abraço

http://campeoesfcporto.blogspot.com/