Foi difícil... Mas estamos apurados!

Foi apenas a segunda perda de pontos da época. Após o empate em Guimarães, agora o empate no Dragão, frente ao Besiktas. Empate este que não nos trará grandes consequências, pois a qualificação para os dezasseis-avos-de-final já está garantida, resta saber se na primeira ou segunda posição mas... Para a primeira posição assegurar-mos basta vencermos um dos próximos dois jogos da fase de grupos.

O jogo corria bem, maioritariamente dominado pela nossa equipa, quando o uruguaio Rodríguez vê o segundo amarelo no jogo, e consequente cartão vermelho. A partir daí, tudo mudou. Duas bolas ao ferro por parte da equipa turca, um golo e a desconcentração total da nossa equipa. Valeu a tentativa de Rúben Micael, com a bola a ficar em cima da linha.

É já amanhã que jogamos o clássico no Dragão, e se vencermos aumentamos a vantagem para 10 pontos!

1 comentários:

r.m.silva da costa disse...

A estultícia da atitude perpetrada por Cistián Rodriguêz que levou à sua retirada do jogo, terá condicionado Vllas Boas quanto à decisão que se antevia de o substituir por Silvestre Varela. Se tivesse sido assim, o FC Porto teria usado uma arma mortífera para os últimos vinte minutos, já que, com as desestabilizações João Messinho e as deambulações e remates do Varela, a defesa turca nada poderia fazer.
Apesar de ter faltado o doce sabor da vitória, a qualificação deixa a sensação de que foi cumprido o essencial.